Carro usado ou seminovo? O que você deve analisar antes de comprar

Saiba tudo o que você deve averiguar antes de adquirir um carro usado ou seminovo.

Está querendo comprar ou trocar de carro? Pensando se investe em um veículo usado ou seminovo?

Para fazer a sua escolha, vale analisar bem as vantagens e desvantagens dos dois tipos de veículos – já que você não quer ter transtornos futuramente, não é mesmo?

 

Carro usado x Carro seminovo

 

Antes de sabermos o que deve ser avaliado antes da sua escolha, vamos saber quando um automóvel é considerado usado e quando é considerado um carro seminovo.

  • Carros usados: é considerado carro usado, geralmente, aquele automóvel que teve mais de um dono e apresenta mais de 3 anos de uso.
  • Carro seminovo: é o automóvel que teve apenas um dono e possui até 2 anos de uso. A quilometragem deve representar 20 mil quilômetros rodados por ano.

A vantagem do auto usado é sem dúvida o preço, já que há uma desvalorização devido às características citadas acima. Porém, o carro seminovo, apesar de, geralmente, ser mais caro, pode lhe dar mais segurança quanto a mecânica e na hora de revendê-lo – já que sempre será um carro com menos uso do que o usado.

 

O que analisar antes de decidir entre um carro usado e um seminovo

 

– Marca e modelo: Você possivelmente não tem interesse em vender o carro a curto prazo, não é?  Mas mesmo assim é importante conferir se a marca tem boa aceitação no mercado e se o modelo não saiu de linha – isso porque qualquer problema que você tiver com a mecânica gastará provavelmente mais devido à falta de peças no mercado.

Também chegará uma hora que você vai querer passar o automóvel para frente e se a marca não tiver boa aceitação no mercado poderá ter dificuldades para vendê-lo.

Outro ponto é a cor do carro. Tons pouco aceitos dificultam uma futura venda do seu carro usado ou seminovo.

– Faça um teste drive: Não são apenas carros novos que devem passar por teste drive. Não exite em solicitar ao dono do veículo ou concessionária em dar umas voltinhas com o carro.

O test drive permite que você tenha uma impressão geral do automóvel e também averiguar como anda a sua dirigibilidade e se emite sons ou ruídos estranhos – ponto muito importante antes de comprar um auto usado ou um carro seminovo.

Também terá noção se o veículo é confortável e se ele se adequa ao que você procura.

– Quilometragem rodada: Você está procurando um carro usado ou seminovo, não é? Então tenha em mente que a quilometragem do veículo poderá ser alta. Porém, existem algumas dicas, dê preferência a automóveis usados com cerca de 20k usados por ano.

Esse é um bom parâmetro para se certificar que o automóvel, mesmo não sendo novo, não rodou muito. Além disso, uma quilometragem razoável não te trará tanta dificuldade na hora de revendê-lo.

– Conte com um mecânico: Leve o automóvel a um mecânico de confiança ou marque uma visita. A averiguação desse profissional é fundamental na hora de você tomar a sua decisão.

O mecânico poderá vistoriar as condições gerais do carro e detalhes que nós, leigos, geralmente não conhecemos. Ele observará a lataria do veículo, a parte mecânica, se há ruídos estranhos no motor e freio, o alinhamento e balanceamento do automóvel, suspensão e amortecedores, e a parte interna do veículo.

Assim, o profissional poderá te dar um aval ou não em relação a aquisição do carro usado ou seminovo.

– Veículo batido: Carros que passaram por colisões geralmente apresentam desgastes que podem desvalorizar o produto. Se mesmo assim quiser adquirir, essa questão deve ser levada em conta na hora de estabelecer o valor do bem com o dono do veículo ou concessionária.

O carro pode ter passado por reforma, mas se você analisar bem a lataria e a pintura poderá, possivelmente, perceber os reparos feitos no veículo. Mas para isso, faça essa análise durante o dia, pois a noite pode não notar a diferença na lataria e pintura das partes que sofreram batidas.

Pequenos amassados na lataria, falta de simetria entre as portas e nos pára-choques e tetos também podem indicar colisões. Não deixe de conferir esses detalhes. Como foi dito no item anterior, um mecânico também consegue perceber essas falhas.

– Origem do veículo: É essencial saber para que o carro era usado, se sofreu algum roubo ou se teve a quilometragem adulterada, além de poder estar alienado. Comprar auto usado ou seminovo nessas condições com certeza te trará problemas.

Uma forma de averiguar tais informações é contratar empresas especializadas, que têm condições de consultar todas essas informações referentes ao veículo. Você irá gastar com o serviço, mas pelo menos terá certeza da boa origem do carro antes de compra-lo, concorda?

– Enchentes e alagamentos: Carros usados ou seminovos que enfrentaram enchentes são um problema – já que sua mecânica fica geralmente totalmente comprometida. Uma forma fácil de saber se o carro passou por enchentes é prestar atenção nos odores e nas condições do estofamento do veículo. Automóveis que passaram por enchentes costumam ter cheiro de umidade ou então ter sachês demais espalhados para disfarçar o cheiro.

As enchentes também danificam o estofado do carro, deixando linhas do tecido soltas ou com desgaste além do normal.

– Garantias e revisões: Carro seminovo geralmente conta com garantia e revisões de fábrica, já o carro usado não.

Se optar por um seminovo, exija os documentos que garantem que você tem direito a garantia e revisões de fábrica pelo período que resta. No caso de automóvel usado, uma dica é fazer propor que se faça por escrito um documento que te garanta 90 dias para a reposição das peças principais, como: bateria, pneus, motor, freios e amortecedores.

– Conhecidos ou concessionárias de confiança: Procure adquirir o seu carro usado ou seminovo de pessoas conhecidas, já que a confiança costuma ser maior e é mais fácil resolver eventuais problemas que possam surgir.

Caso prefira comprar o automóvel de uma concessionária procure estabelecimentos de qualidade, de preferência através da indicação de alguém conhecido, que adquiriu algum auto no estabelecimento.

Observe se o local é organizado e dá suporte aos clientes.

 

Um conselho? Não se precipite!

 

Nunca tenha pressa na hora de escolher o seu carro usado ou seminovo. Siga todas as nossas dicas para fazer uma boa aquisição. Lembre-se de que a compra é um investimento e você provavelmente usará o bem todos os dias – portanto a escolha deve ser certeira.

Com calma e muita análise, certamente, você encontrará o seu veículo ideal!